Archive for abril, 2009

top 10: teen idols on film

top ten

bom, o ROB tá em décimo lugar (e o zac efron ficou em nono…) mas o que interessa é que, olha quem tá participando… Tem o jhonny depp e até o elvis…
E cá entre nós o ROB é bem melhor que o Frank sinatra…

Anúncios

Leave a comment »

CAM GIGANDET PASSEIA COM SUA FAMÍLIA

cam

Leave a comment »

O TwiCon está chegando

twicon

A esmagadora sensação internacional da cultura pop Crepúsculo está tendo sua própria convenção neste verão: TwiCon invadirá o Sheraton Dallas Hotel (um ponto bem conhecido de vampiros) do dia 30 de Julho a 2 de Agosto. A conferência não-oficial terá performances ao vivo de bandas inspiradas em Crepúsculo, um Baile Volturi, júris, palestras, e – é claro – um “Corredor de Vendas onde dúzias de vendedores estarão preparados para seus prazeres em compras.”

Eu acho isso hilário porque ComicCon é sobre as fantasias exageradas, e eu visitei a recente galeria “Crepúsculo: Como Edward e Bella Conseguiram Seus Visuais” da EW.com e a peça mais chamativa que vi até agora foi provavelmente a blusa térmica creme da Bella. A visitante do nosso escritório de 13 anos, Kaitlyn Collett, a quem eu acabo de subornar com doces em troca de qualquer informação sobre Crepúsculo, utilmente destacou que há milhares de versões do bracelete de lobo/coração da Bella na Etsy.com.

fonte: twilight team

eu quero ir gente!!!!!!

entrem no site oficial:

Leave a comment »

Mais informações sobre o novo filme do Rob e a data de início de Eclipse

eclipse

O papel de Rob no novo filme da Summit, Remember Me, parece mais oficial, e parece que Lua Nova encerrará a produção em Maio e Eclipse começará em Agosto.

A Summit Entertainment está apresentando quatro novos títulos para compradores em Cannes este ano incluindo duas novas produções Summit – um drama romântico estrelando a sensação de Crepúsculo, Robert Pattinson, e uma geracional história de amor locada na Itália estrelando Amanda Seyfried.

Pattinson estrelará em Remember Me que começará a ser filmado neste verão em Nova York enquanto o ator está entre as seqüências de Crepúsculo, Lua Nova – que termina no final de Maio -, e Eclipse – que começa em Agosto.

Allen Coulter, o premiado diretor de TV (“The Sopranos”, “Damages”) que fez sua aparição de estréia com “Hollywoodland” em 2006, está dirigindo o filme e Nick Osborne e Trevor Engelson da Underground Films (“Licença para Casar”) estão produzindo.

O co-presidente da Summit e CEO Patrick Wachsberg não quis entrar em muitos detalhes sobre o assunto, mas descreveu o filme como uma história de amor geracional. Uma protagonista feminina está em processo de escalação, já que a escritora de “O Casamento de Rachel” acabou o último rascunho do script.

fonte: twilight team

Comments (3) »

The Host de Stephenie Meyer para as telonas?

d16

Com o sucesso do filme Crepúsculo (estrelando Robert Pattinson, Kristen Stewart e Taylor Lautner) e a provável continuação desse sucesso com Lua Nova da Saga Crepúsculo, Eclipse e Amanhecer, o quinto livro de Stephenie Meyer (não, infelizmente não é Midnight Sun), The Host deveria ser trazido às telonas?

The Host, o romance “adulto” estilo ficção-científica foi primeiramente trazido à nós pós-Crepúsculo, então seu sucesso em vendas de livros foi muito alto. Com certas expectativas em mente, muitos fãs não gostaram de The Host. Entretanto, em uma segunda olhada, até fãs da série Crepúsculo podem ser capazes de ligar algumas similaridades entre Crepúsculo (ou, talvez mais apropriadamente, Amanhecer) e esse livro.

Em The Host, conhecemos “Wanderer”, uma pequena “alma” que foi implantada em corpos de diversas criaturas durante sua existência. Apesar de ter ido ao planeta do fogo, sido um urso e um golfinho antes, Wanderer nunca viu nada como a Terra (aliás – é dia da Terra, então faça algo bom hoje!). Quando ela vem a ficar na forma de Melanie Stryder (cujo nome, permitam-me mencionar curiosamente, lembra Stephenie Meyer), uma guerreira destemida na condição de humana. Wanderes passa por uma evolução. Apesar da alma de Wanderer ter sido injetada no corpo de Melanie, a última, entretanto, não vai a lugar nenhum tão cedo. Chegando ao conhecimento de Wanderer através de memórias furiosas no começo, e depois por voz, Melanie leva à Wanderes emoções, memórias, e sentimentos que elas nunca de outra forma seriam submetidas. Por exemplo, Mel é cuidadosamente pungente em inserir memórias distantes de sua afeição por seu pequeno irmão Jamie e seu amado Jared.

A Terra que Wanderer vem a conhecer, entretanto, é um tanto diferente daquela que eu e você vivemos hoje em dia. Ao invés disso, é um mundo forjado com perigo para a raça humana – para essas “almas”, é uma peregrinação de bondade e altruísmo; para os humanos, é uma pura invasão dos ladrões de corpos. Considerando que no começo Wanderes imaginou seu predicamento – sendo colocada em um corpo humano e roubando as características inerentes aos humanos daquele corpo e substituí-las por uma alma de bom espírito e merecedora – a existência da memória de Melanie (que, no típico cenário de alma, não é um problema já que as cognitivas do corpo da anfitriã normalmente se dissipam sobre a implantação) leva Wanderer a buscar os humanos e tentar ser legal com eles.

Para evistar spoilers da história para os não leitores, vou terminar por aí. Os temas que vêm a seguir, porém, são muito mais reveladores sobre a voz de autoria de Meyer. Número um – ela claramente gosta de escrever sobre a heroína indócil que foi contra os oputros para satisfazer um senso mais profundo de significados e respeito por aqueles que são diferentes, e número dois – suas garotas protagonisas normalmente têm de aturar coisas pesadas – incluindo dor física no caso de Wanderes (“Wanda” e Bella) antes de verem seus dias felizes. Outra coisa que pode derivar da comparação dos dois é o fato que o amor, família e amizade são todas características que são colocadas em suas personagens. Em um ponto contextual, também, o arco da história dos dois sempre envolve alguma sequência de ação emocionante que foi progressivamente e sistematicamente colocada no curso em seu uso de extendido e cuidadosamente escrito diálogo e ajuste.

Apesar de haver muitas outras similaridades potencialmente extractáveis entre essas duas histórias , dado um justo e objetivo exame a ênfase é clara – há alguns traços definitivos no estilo de Crepúsculo de Stephenie Meyer a serem achados latentes em The Host. Seguindo em frente, a questão pode ser se The Host é algo que os fãs de Meyer gostariam de ver trazido às telonas?

Com suas raízes na área desértica do oeste, veríamos uma grande (nem um pouco sutil) mudança na locação, e desde o começo, o clima seria um pouco diferente. Entretanto, conforme a história progride, personagens como Jared, Jameie, Ian e outros poderiam realmente causar a impressão sensorial na telona que adequadamente reflete a sua persona literária.

fonte: twilight team

Leave a comment »

Veja Robert Pattinson em sua primeira campanha como modelo em 2001

Ator é novo queridinho de Hollywood após sucesso com o filme ‘Crepúsculo’

Ator sensação de Hollywood em 2008, o galã teen Robert Pattinson começou sua carreira como modelo. Robert, que estourou com a saga vampira “Crepúsculo”, protagonizou em 2001 um ensaio fotográfico para a grife Miu Miu. Lucy Flower, modelo que também está na foto com Pattinson, contou que o ator era supertímido e reservado. “Nunca imaginei que ele fosse se tornar um astro”, contou.

rob top model

ROBoy

Quem diria que ele ia ficar lindo como ele é hoje…
Ele já era bonitinho, mas, caras, …. hoje ele não é só lindo, (…) não dá pra descrever o quanto ele bonito!
E eu vou casar com ele!!!
HUAHUAHUAHAUHAUHAUAHUAHUAAHUAHA!!!!!!!!!!!!!!
O ROB É MEU!
solo myo!
hehe!!!!!!!!!!!!!!

Leave a comment »

Ninguém vende mais livros do que ela

stephanie

Para a alegria dos fãs de Edward e Bella, a versão em português do quarto e último livro da saga, Amanhecer, chega às livrarias até o final de junho, segundo a editora Intrínseca. Enquanto esse dia não chega, acompanhe os melhores trechos das entrevistas com a dona de casa americana de apenas 35 anos que se transformou do dia para a noite em uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, segundo edição especial da revista Time.

Por que você decidiu encerrar a saga?
A saga de Crepúsculo é a história de Bella. É através dela que a história se desenvolve. Nos quatro livros Bella enfrentou todos os obstáculos e lutou para chegar onde queria. Histórias precisam de conflitos e todos os de Bella foram resolvidos.

O que você vai fazer agora? Dará continuidade ao universo de Crepúsculo?
Acho que preciso de um intervalo de vampiros. Nesse momento, não preciso voltar a Forks. Mas também não me sinto confortável em dizer para as pessoas o que planejei para os próximos livros. Pode ser que uma parte de mim esteja protegendo esses segredos porque ainda não estou pronta para deixar os meus vampiros para trás, ou talvez esse seja apenas o hábito por ter ficado cinco anos presa nesse universo e mantendo sigilo sobre tudo. As coisas provavelmente ficarão mais claras depois que eu passar um tempo longe dessas histórias. Eu gostei de trabalhar em ´The Host´ (novo livro da autora que deve chegar ao Brasil ainda esse ano) fazendo uma coisa completamente diferente, e gostaria de passar novamente pela experiência de começar um novo mundo da estaca zero. Tenho uma série de outras histórias que estou esperando para trabalhar. Nesse momento estou entre duas, mas planejo me comprometer com uma delas muito em breve.

O que representa a maçã na capa de ´Crepúsculo´?
É “A Fruta Proibida”. Usei a figura do Gêneses porque adoro a frase “A fruta do conhecimento do bem e do mal”. Não é isso exatamente que acaba acontecendo com a Bella? Um conhecimento íntimo do que é o bem e o mal. A coisa mais interessante sobre a maçã é que tem tantas raízes simbólicas. Você tem a maçã na Branca de Neve, uma mordida e você será congelada para sempre num estado de não-morte-completa, e depois você tem a Paris e a maçã Dourada da Mitologia grega, e veja quanto problema aquilo iniciou. As maçãs são bem versáteis. E no final … eu amo a beleza simples da imagem, que para mim, significa a escolha.

O título ´Lua Nova´ é uma referência aos lobisomens?
Não, o termo ´Lua Nova´ refere-se à fase oposta de lua cheia. É quando o sol está do lado oposto da lua em relação a nós. É o lado iluminado da lua e não pode ser visto pela terra. Esse é o tipo de noite mais escura. ´Lua Nova´ é o período mais sombrio da vida da Bella.

Qual é realmente o enredo de ´Eclipse´?
Tanto em ´Crepúsculo´ quanto em ´Lua Nova´ Bella se compromete em se tornar uma vampira sem realmente examinar o preço que pagará. Em ´Eclipse´, ela compreende essa questão. E é aí que resolve pagar para ver. Todo o aspecto da trama gira em torno desde ponto, todas as histórias entre linhas, todos os relacionamentos, todos os momentos de ação.

E a capa de ´Amanhecer´, tem algum significado especial?
´Amanhecer´ é uma capa que mostra a metáfora do progresso de Bella ao longo da saga. Ela começou como a mais fraca (pelo menos fisicamente, quando comparada aos vampiros e lobisomens) e joga duro no tabuleiro: o peão. E termina como a mais forte: a rainha. Ao final, será Bella que trará os Cullen para a vitória.

No último livro da série, o casal vem ao Brasil. O que você sabe sobre o nosso país?
Não sei muita coisa, mas uma das razões é que eu procurava por ilhas privadas e soube que só existem ilhas ótimas perto do Rio de Janeiro. Meu irmão também morou em São Paulo por dois anos e voltou apaixonado pelo Brasil.

Leave a comment »