Coletiva com os atores Kristen Stewart e Taylor Lautner em São Paulo

Desde a noite de Halloween, fãs se aglomeraram à frente do hotel Hyatt, em São Paulo, onde ocorreria a coletiva de imprensa de “Lua Nova”, com a presença dos atores Kristen Stewart e Taylor Lautner, que interpretam respectivamente, a mortal Bella Swan e o lobisomem Jacob Black na adaptação cinematográfica da obra literária de Stephenie Meyer. Mesmo a segurança acirrada não conteve os Twilighters (fãs da saga Twilight/Crepúsculo), que, durante a coletiva, derrubaram as grades e invadiram o saguão do hotel em busca de uma foto de seus ídolos. “Foi horrível. Eu cheguei a chamar um segurança e a fechar a porta. Tive medo de que alguém fosse pisoteado”, desabafou a fã paulista Anielli Guimarães, de 26 anos, que gastou mais de R$ 600 para se hospedar no hotel e ficar mais próxima de Kristen e Taylor. A confusão precisou da ajuda da polícia para ser controlada. Em seguida, todos voltaram a tomar seus lugares à frente do hotel, debaixo de guarda-chuvas para se esconderem do sol, forte na manhã paulista. Sem saber de tudo isso, do lado de dentro, Kristen Stewart e Taylor Lautner se derretiam pelos fãs brasileiros. “Ele são ridicularmente incríveis e amigáveis”, se derreteu Kristen, acompanhada por Taylor, que disse ter se surpreendido com a determinação dos fãs que passaram a noite na frente do hotel. Mesmo com essa vigia toda, o jovem ator confessou ter conseguido fugir para comer em uma churrascaria, algo que sempre quis fazer. “Valeu muito a pena! Desde sempre quis comer em uma churrascaria e adorei ter podido realizar isso”. As restrições quanto a perguntas pessoais e sobre o proxímo filme foram muitas, mas os atores – do seu jeito – deixaram escapar detalhes que aparentam não dizer muito, mas para os fãs, são preciosos. Um deles veio de Kristen que, ao responder sobre a paixão de Bella, trocou o nome de Edward pelo de Robert Pattinson, ator que o interpreta e que, segundo rumores e fofocas, anda levando esse amor para fora das telas e para dentro da vida real. Outro ótimo ponto foi a cumplicidade demonstrada entre os dois atores que, assim como seus personagens, têm grande afinidade. Kristen ajudou Taylor a responder algumas perguntas e se mostrou quase que como uma irmã mais velha. Confira abaixo o que ambos disseram durante sua rápida passagem pelo Brasil.

Quando a produção para “Lua Nova” foi confirmada, existiu possibilidade de contratarem outro ator para interpretar o papel de Jacob. Como foi receber essa notícia?
Taylor: No dia seguinte do final das filmagens de “Crepúsculo”, eu começei a malhar porque eu sabia que tinha que fazer alguma coisa para segurar o papel.
Kristen: E nesse ponto ainda não tínhamos um diretor. Então se isso não é dedicação eu não sei o que é.
Taylor (sorrindo): Sim, e foi uma dieta pesada e um trabalho duro, mas decidi focar no que eu podia controlar, que era me preparar mentalmente e fisicamente para o papel. Então foi isso que eu fiz.
Kristen: Todos nós sabíamos que ele era a pessoa perfeita para o papel e todos nós – o elenco e o pessoal da criação – não tínhamos dúvida de que tinha que ser ele. E estávamos certos.

Fãs histéricos na ComiCon e aqui. Como é lidar com isso?
Kristen: Na ComiCon foi a primeira vez que apresentamos o primeiro clipe de “Lua Nova”e eu estava muito nervosa. Quando lemos um livro, temos uma idéia muito pessoal sobre tudo que está ali, mas quando isso vai para o cinema, é como se fosse mais real. Então mostrar aquele primeiro clipe lá e ver a reação dos fãs foi incrível, porque eles aprovaram. Estamos aqui por causa deles, que são incríveis.
Taylor: Realmente, temos fãs empolgados em todos os lugares e é incrível contar com esse apoio, essa consideração. Eles são todos incríveis.

Como foi trocar a direção de Catherine Hardwicke para Chris Weitz?
Taylor: Eu não tive muita oportunidade de trabalhar com Catherine, porque tive umas quatro cenas em “Crepúsculo”, mas adorei trabalhar com Chris, que é um cara muito bacana, profissionalmente e pessoalmente.
Kristen: Catherine tem vários trabalhos incríveis independentes e muito do look de “Crepúsculo” se dá a isso, até porque nosso orçamento era bem menor. Com Chris, tudo cresceu e acho que pudemos investir mais psicologicamente em nossos personagens por consequência do trabalho que fizemos com Catherine. “Lua Nova” é mais vívido e mais profundo em vários aspectos.

Em sua opinião, qual a razão para o sucesso mundial da saga?
Taylor: Porque ela vai muito além dos vampiros e lobisomens. Seu combustível é formado de seus personagens, porque vivem dilemas de amor, amizade, e tantos outros que é fácil se relacionar com eles.
Kristen: Os vampiros e lobisomens são apenas artifícios na história que ajudam a criar situações mais interessantes para se ver, mas é como Taylor disse, são os personagens que importam. Se você é fã de fantasia, é legal também, mas não só por isso.

Como vocês fizeram para tornar Edward presente no filme, já que ele só “aparece” na mente de Bella?
Kristen: Queríamos ter certeza de que não existiria dúvida de que as visões que Bella tem de Edward são da sua cabeça, do que ela imagina ser o que ele diria a ela. Não queríamos que pensassem que fosse telepatia. Mostrar Edward ajuda nessa visualização e também porque ajuda as fãs de Robert (risos). Mas é que Bella se apaixona por Jacob e se Robert – perdão, Edward – não aparecesse no filme, o público diria “fica com o Jacob!¨. Tendo Edward presente faz com que todos tenham as mesmas dúvidas de Bella.
Taylor: E ajuda a criar o triângulo amoroso que será explorado em Eclipse.

Afinal, com quem Bella deveria ficar?
Taylor: (risos) Edward e Jacob são opostos completos. Mas acho que Kristen é quem deve responder essa (risos).
Kristen: (risos) Jacob é com quem Bella deveria ficar. A menina introvertida desaparece quando ela está perto dele. Mas quando meninas fazem escolhas certas quando se trata do coração? Edward é sua alma gêmea e se você acredita em destino, quem leu o quarto livro sabe que o destino de Jacob não era ficar com Bella. Ela não deve ficar com Jacob só porque é mais fácil.

Os livros são importantes para vocês no processo de criação de personagem?
Taylor: Muito. Nada teria funcionado se não tivéssemos lido os livros. Eles têm mais detalhes para completar as lacunas.
Kristen: Eu li o roteiro de “Crepúsculo” antes de ler o livro. Mas foi só depois de ler o livro que aceitei fazer o filme. O roteiro é como um outline para o filme. Toda vez que temos que fazer uma cena importante, voltamos ao livro e lemos o capítulo.

Qual a principal mudança de Bella em “Lua Nova”?
Kristen: Acho que é uma mudança natural. Em “Crepúsculo”, Bella é uma menina que não sabe o que está fazendo. Ela gosta de quem é, mas é por causa de Edward que ela passa a se conhecer melhor. E quando tudo que ela mais ama, o que a faz se sentir bem – que é ele – é tirado dela, a estrutura química dela é alterada. Ela não sabe mais o que fazer e só descobre a resposta graças a Jacob. Em “Lua Nova”, Bella amadurece. Ela se torna mais mulher.

Como foi trabalhar com os efeitos especiais?
Taylor: Eu fiquei suspenso por fios, completamente parado no ar para que eles colocassem o lobo digitalmente depois para a cena da transformação. Foi muito legal de fazer.
Kristen: E o legal é que eles colocaram os olhos do Taylor, tipo, não foi CG, foram os olhos dele no lobo e isso foi muito legal porque o fez expressar muita emoção.

Qual a cena preferida de vocês dos dois filmes?
Taylor: Eu sou um cara, então gosto de sequências de ação. Adorei a cena de luta no final de “Crepúsculo”, mas a cena que Bella tem um flashback quando é mordida por James foi muito legal e muito emotiva pra mim. E eu não acredito que disse isso em voz alta. (risos dele e de Kristen). Em “Lua Nova”eu gosto muito da cena que temos no quarto.
Kristen: (risos) É a minha preferida também! Temos uma cena no meu quarto onde meio que terminamos e voltamos a ser amigos em, tipo, dois segundos. Isso mostra muito sobre os personagens. Se o amor entre eles não fosse fraternal, nunca teríamos nos reconciliado em tão pouco tempo. Ah, e tenho que dizer que Taylor dispensou dublês para as acrobacias que Jacob faz para entrar pela janela nessa cena. Isso é incrível!
Taylor: E eu treinei tanto e tive apenas dois takes! (risos).
Kristen: Outra cena que gosto muito de “Lua Nova” é a reconciliação entre Bella e Edward, quando eu empurro ele para longe do sol em Volterra e digo algo do tipo “não morra. eu saio da sua vida, só não morra por isso”. E em uma troca de olhares, tudo que aconteceu antes, toda a dor, morre.

Por falar em reconciliação, Bella passa por momentos de muita tristeza em “Lua Nova”. Na mesma situação, o que vocês fariam?
Kristen: É difícil pensar assim porque acho que ninguém já amou tão absurdamente assim, como ela ama Edward. É algo além de amor no sentido total da palavra. Se fosse comigo, se fosse um namoro terminado, acho que faria isso. (Kristen faz cara de tristinha para Taylor, que ri. Todos riem). E ele (aponta para Taylor), por ser um dos caras mais decentes que já conheci, me diria algo que faria tudo ficar bem.
Taylor: Bem, eu diria que não era para ser.
Kristen: Viram? E isso é a melhor coisa para se dizer em uma situação dessas. (mais risos)
Taylor: Mas é verdade! Eu não ia querer impor uma situação, sabe? (risos constrangidos). Não sei o que faria. É uma pergunta difícil.

Após as entrevistas, Kristen Stewart e Taylor Lautner seguiram viagem para Cidade do México.

Em Lua Nova, Bella completa 18 anos e em sua festa de aniversário, um acidente a faz quase ser atacada por Jasper, irmão de Edward. Em um esforço para proteger a amada, Edward decide deixar Bella e Forks para trás. A jovem mergulha em uma depressão profunda e só consegue sair dela com a ajuda de Jacob, seu amigo que deseja ser mais do que amigo. Dividida entre o presente – Jacob – e o passado – Edward, que ainda a atormenta em visões que têm quando está em perigo, Bella precisa escolher o que fazer. Mas os problemas se agravam ao descobrir que vampiros não eram os únicos seres sobrenaturais a viver em Forks. Lobisomens andam por lá também e Jacob está no centro dessa confusão.

Lua Nova estréia em 20 de novembro e já conta com edição especial (Editora Intrínseca) com capa alusiva ao filme e poster incluso.

Fonte: Almanaque Virtual

Quem posta: Larissa

1 Response so far »

  1. 1

    Camilla said,

    Oi, achei muito legal o site de vocês.
    Sabe, Crepúsculo mudou a minha vida, e é por isso que diarimente procuro notícias sobre todos eles. qual é o personagem que vocês mais gostam?
    eu gosto muuuuuiiiiittttttoooo da Alice, e ia achar muito legal uma matéria sobre ela.
    hoje é a primeira vez que entro nesse site, mas gostei muito, vou virar fã.
    Posso fazer um desabafo de fã? eu sou uma burra. porque eu moro + ou – perto do hotel em que a Kris e o Taylor estavam aqui em São Paulo, e no sábado antes da comitiva de emprensa, que era no domingo, eu vi um hotel cheio de gente, e fiquei pensando que era lá, mas eu não fui ver, porque eu já tinha marcado de ir na casa do meu pai.
    e agora eu não sei se foi muito boa ideia, porque quando eles vão voltar aqui? nunca?
    Bem, agora já foi mesmo. será que a Kris me perdoaria??
    Amei tudo no site de vocês.
    beijos, Camilla


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: